A gastroplastia, também conhecida como cirurgia bariátrica ou de redução do estômago, pode prevenir o desenvolvimento da diabetes tipo 2 em pacientes obesos. Além da perda de peso, estudos indicam que o procedimento pode alterar a flora intestinal e auxiliar no controle de doenças metabólicas, pois aumenta a proporção de bactérias benéficas, que ajudam no emagrecimento.
A cirurgia de redução do estômago também pode melhorar condições de hipertensão, dislipidemia (presença de níveis elevados ou anormais de lipídios e/ou lipoproteínas no sangue) e a apneia do sono.
Estudos ainda mostram que a gastroplastia provoca alterações fisiológicas que melhoram o metabolismo de glicose e gordura, fatores fundamentais para a manutenção do peso e prevenção da diabetes.

Deixe um comentário (*campo obrigatório)