Para muitas pessoas, o fio dental pode parecer um acessório desnecessário, mas seu uso é tão importante para a saúde bucal quanto a escovação. Confira como aproveitar essa ferramenta para evitar o acúmulo de sujeira e a formação da placa dental.

1. Tipos de Fio Dental
Há basicamente dois tipos de fio dental: de nylon, com várias fibras e o PTFE, com fio de filamento único. O primeiro, de nylon, é mais fácil de rasgar ou desfiar, especialmente com dentes muito próximos ou “apertados”. O tipo PTFE é mais difícil de encontrar, mas vale a procura, já que desliza com facilidade e não se rompe.

2. Tamanho do Fio
Destaque um filamento de 40 a 45 centímetros. Pode parecer muito, mas é essencial que você tenha um trecho limpo para cada dente que for limpar. Enrole a maior parte dos fio em seu dedo médio ou indicador (o uso do dedo médio deixa o indicador livre para manipular o fio).

3. Movimento
Deslize um pedaço de 2 a 5 cm de comprimento para cima e para baixo entre os dentes. Nunca force o fio em cima da gengiva, pois pode facilmente machucá-la. Busque formar um “c” ao redor do dente com o fio dental, e o deslize para retirar a sujeira acumulada.

4. Onde começar
Comece pelos dentes inferiores e, além do movimento vertical, leve-o para dentro e para fora. Se preferir, comece pelos de cima, faça como preferir.

5. Fio usado
Conforme for utilizando a extensão do fio, vá enrolando a parte utilizada em um dos polegares e desenrole a parte nova para aplicar em um novo dente. Não comece com o meio do fio, pois dessa forma você pode facilmente perder a referência de onde já usou ou não.

6. Uso contínuo
Para a prevenção da placa e outras bactérias, use o fio dental todos os dias, por pelo menos um minuto. O uso contínuo garante a saúde bucal e evita o mau cheiro.

Deixe um comentário (*campo obrigatório)