A origem de algumas substâncias podem ser surpreendente, assim como alguns de seus possíveis usos. Descubra seis curiosidades sobre o Botox que irão te surpreender:

1. Foi descoberto por meio de intoxicação alimentar

Caso você não saiba, o Botox é, na verdade, o nome comercial de uma neurotoxina chamada toxina botulínica. Em 1820, um certo Dr. Justinus Kerner tentava descobrir porque certas salsichas acabaram intoxicando dezenas de alemães. Ao final, foi descoberto que havia uma certa toxina na carne que havia causado as mortes. Dr. Kerner chamou sua descoberta “botulismo”, do Latim botulus, que significa salsicha, e o resto é história.

2. Quase foi envolvido na Segunda Guerra Mundial

O Botox nem sempre teve a fama de cosmético, seu passado é bastante sórdido. No começo da Segunda Guerra Mundial, os EUA começaram a pesquisar armas biológicas, inclusive a toxina botulínica. Um dos planos envolvia usar prostitutas chinesas para contrabandear pequenas pílulas tóxicas dentro dos militares de alto patamar japonês.  As cápsulas de gelatina foram produzidas, mas o plano nunca foi efetivado.

3. É um tratamento para suor excessivo

A ajuda pode estar em um frasquinho de Botox para aqueles que precisam de trocar de camisa por conta do suor. Os resultados duram certa de sete a oito meses. Consulte seu dermatologista para mais informações.

4. Pode ajudar no tratamento da depressão

Testes iniciais mostram que injeções de Botox podem ajudar a tratar a depressão. Suas emoções estão ligadas aos seus músculos faciais e expressões, então relaxar essa região pode interromper a conexão.  O pesquisador M. Axel Wollmer diz que a substância pode “interromper a relação entre a musculatura facial e o cérebro, o que pode estar envolvido no desenvolvimento e manutenção de emoções negativas”.

5. Auxilia na dor crônica

Quando o Botox é injetado em músculos específicos, bloqueia o sinal que causa o enrijecimento desnecessário dos músculos, o que causa a dor crônica.

6. Pode curar enxaquecas

O Botox recebeu a aprovação em 2013 nos EUA para ser usado como tratamento de enxaquecas. Ninguém tem muita certeza porque ele auxilia nos sintomas, a teoria mais popular é que impede os sinais de dor de chegar nas terminações nervosas.

Deixe um comentário (*campo obrigatório)