Separar os fatos da ficção é essencial para bons resultados e expectativas coerentes de sua cirurgia plástica. Além disso, quebrar alguns preconceitos é sempre importante.

Confira 5 mitos comuns sobre a cirurgia plástica:

Mito 1: “Tudo pela aparência”
Fato: A maioria dos pacientes afirma que a maneira como se sentem em relação a si mesmos tem grande influência sobre sua saúde e bem-estar em geral. Após os resultados dos procedimentos, muitos pacientes afirmam estar menos ansiosos e com maior auto-estima.

Mito 2: “É muito caro!”
Fato: A cirurgia plástica não é mais um luxo reservado para elites ricas. Graças principalmente às novas tecnologias, os procedimentos são bem mais baratos e menos invasivos.

Mito 3: “As cicatrizes estragam o resultado”
Fato: Toda cirurgia produz cicatrizes, no entanto, os cirurgiões plásticos são especialmente treinados na arte da estética e aptos para esconder ou minimizar as cicatrizes, independente do procedimento efetuado.

Mito 4: “Lipoaspiração = perda de peso”
Fato: Pessoas que consideram a lipoaspiração como forma permanente de perda de peso devem saber que estes não são a mesma coisa. A lipoaspiração contorna o corpo ao remover a gordura, mas se o paciente ganhar peso, irá ganhar a gordura novamente (e ás vezes em lugares diferentes). O exercício físico regular após a lipoaspiração é essencial para manter a gordura visceral longe do corpo, especialmente abdome.

Mito 5: “Implantes mamários afetam a amamentação”
Fato: Muitas mulheres amamentam com segurança após a colocação de próteses e implantes, mas não é algo garantido. Algumas vezes, o tecido ou glândulas são afetados pela cirurgia, como no caso da reconstrução dos seios após uma mastectomia.

Deixe um comentário (*campo obrigatório)